quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Trocas de produtos com colegas de 'profissão'

Ontem conheci a Cátia, a fundadora da marca de cosmética natural The Cat is Organic. Estava um dia quente e convidativo a tardes em esplanadas abrigadas do calor de Lisboa. 

E que melhor dia para conhecer uma colega de profissão (por assim dizer) e conhecer o trabalho dela? Sim, é isso mesmo. Ontem teve lugar na esplanada da Pensão Amor, no Cais do Sodré, uma troca de produtos entre a NatusPurus e a The Cat is Organic. :) 
Ainda não tive tempo de experimentar tudo, mas amei o desmaquilhante.








E, com isto, cada vez me convenço mais de duas coisas:

1. Que as inimizades e rivalidades dentro de um mesmo ramo- seja ele qual for- são batalhas que nunca deveriam ter de ser travadas. Já tivemos alguns azares neste aspeto no início do nosso percurso e que foram particularmente desagradáveis, mas eu sempre defendi que toda a gente se devia dar bem e apoiar o negócio alheio. É bom para o nosso próprio negócio, para a nossa saúde mental e até para o karma, acreditem. :)

2. Que a natureza nos dá tudo o que nós precisamos para cuidar da nossa pele e da nossa beleza exterior. Agora que conheço- e sinto- a diferença entre produtos naturais e produtos menos naturais que se compram nas lojas, não quero mais nada. O melhor que podemos fazer por nós é mesmo consumir produtos o mais natural possível.

E viva a uma vida mais natural e holística! :)



3 comentários:

  1. No ramo da bijuteria, como é o meu caso, a rivalidade chega a ser ridícula. Ataques constantes, acusações de cópias e plágio (em que nalguns casos ocorre à descarada), entre outros. Já pensei várias vezes em propor troca de artigos para promoção e tudo mais, mas tenho tanto medo que nem levo isso à prática. :/

    O novo visual é super fofinho. :3

    Um beijinho
    IB

    ResponderEliminar
  2. Pois, eu sei como é Inês, tal como referi no post já tive problemas com rivalidades também. Ridículo. Mas nós não somos assim e nunca tivemos problemas com ninguém só porque estão no mesmo ramo que nós. Há pessoas de quem posso não gostar, mas como somos todos adultos, consigo admitir e elogiar o bom trabalho que faz. Pena nem toda a gente conseguir fazer o mesmo.

    Tudo o que podemos fazer é ficar na nossa, embora, por vezes, tenhamos sorte e encontremos pessoas que pensam como nós. :)

    Obrigada, eu estou a adorar o novo visual também! :D

    Um beijinho,

    Catarina

    ResponderEliminar